E A 2° GFEMs SP FOI UM SUCESSO!!!
  • Home
  • /
  • E A 2° GFEMs SP FOI UM SUCESSO!!!

E A 2° GFEMs SP FOI UM SUCESSO!!!

A GFEMs SP, junto com a AGES SP, realizaram no último dia 06/012 em Santana de Parnaíba o 2º Encontro de Guardas Femininas do Estado de São Paulo. Este evento contou com uma parceria grande do Município sede que, manifestou de pronto o interesse na causa de nossas guardas municipais femininas.

Muitos municípios não tiveram interesse pelo evento e nem ao menos responderam os ofícios enviados pela AGES-SP propondo sediar o evento, como foi surpreendentemente o caso de São Paulo – Capital, onde existe a maior guarda armada do Brasil, com o maior efetivo feminino do Brasil, comandada por uma mulher, que desprezou o evento. Houve municípios, como Taboão da Serra em que o efetivo Feminino foi proibido de participar, segundo relatos das próprias Guardas. Por isso que lutamos! Para acordar os adormecidos, conscientizar os inconscientes, exaltar os lutadores e porque não dizer também, para mostrar aqueles que não colaboram ou, que influenciam negativamente.

Este evento é uma reprodução de outros Encontros já realizados na Bahia, Espírito Santo, Alagoas, Rio de Janeiro, Minas Gerais, enfim, entre tantos outros Estados, que tem por objetivo trocar experiências e discutir problemas específicos das Guardas Femininas.

É preciso conversarmos sobre nossas diferenças. Nesses encontros, não falamos apenas de violência física e doméstica, ou só da diferença salarial entre homens e mulheres que exercem as mesmas funções em emprego, público ou privado, falamos também das brincadeiras entre colegas que constrangem, piadas sobre determinada parte do corpo, ou característica física de alguém, devem ser evitadas em qualquer ambiente, especialmente no de trabalho. Falamos também da falta de sensibilidade com problemas de saúde específicos da mulher, desde de cólicas até miomas, falamos de condições de trabalho específicas para mulheres como equipamentos adequados a nossa anatomia, além,´e claro, das dificuldades habituais que nossa profissão apresenta.

Precisamos falar, porque isso fere a isonomia e a democracia. O homem e a mulher são, sim, diferentes. Em suas características físicas definidoras do gênero humano ao qual pertencem (masculino e feminino), e em muitas de suas necessidades distintas. Entretanto, essas diferenças não dão ao homem, nem preferência, nem supremacia, e muito menos, superioridade em qualquer grau ( embora saibamos que há muitas mulheres no poder que nos envergonham com suas empáfias) .

Então, não podemos tolerar que um ser humano seja subjugado ou desrespeitado por outro. No ambiente de trabalho, além da injustiça do fato em si, essa discriminação ofende a toda aquela classe trabalhadora em questão. No caso de uma instituição como a Guarda Municipal, respeitada exatamente por ter como principal missão a proteção das pessoas, o machismo praticado e não coibido desonra toda a corporação, homens e mulheres que dela fazem parte, por não zelar por uma parcela integrante da família azul-marinho! Afinal, família a gente cuida, respeita e protege!

Nossos primeiros encontros foram restritos, pois, não podemos esquecer que nosso país de dimensões continentais, abrange também culturas muito diferentes, que abrem portas para um machismo violento, a ponto de termos em nossos encontros, guardas femininas, proibidas de usarem uniformes, pelos seus comandantes,  justamente por serem mulheres. Se estes estivessem presentes nos encontros passados, nunca saberíamos dessas e de outras atrocidades.

Neste evento foi anunciado o espaço cedido pelo CNGM através da fala do Presidente Carlos Alexandre Braga, de uma comissão GFEM no Conselho, a qual a Comissão São Paulo irá organizar a nível Brasil. Foi aprovada também a criação de uma Associação GFEM Nacional, onde deverá ter representantes de todo o país, pois quem tem legitimidade para FALAR POR GUARDA, É GUARDA!

Por isso hoje, já conscientes do perfil de nossos problemas, convidamos a todos a participar dos próximos eventos como forma de sensibilizar os integrantes de nossas guardas. Você, Guarda Municipal Feminina. Reaja! Sonhe! Transforme! Seja você, a melhor condutora de sua vida!

Adriana Andreose – Presidente da AGES-SP

3 Comments

Azevedo 9 de dezembro de 2019 at 8:15 pm

É,isso aí sucesso meus parabéns

Reply

    Adriana Andreose 11 de dezembro de 2019 at 12:19 pm

    obrigada!

    Reply

frolep rotrem 30 de agosto de 2020 at 3:13 am

I couldn’t resist commenting

Reply

Leave Your Comment Here