JÁ QUE PARA A SMSU, OS GCMs NÃO PRECISAM DE EPIs, AGES-SP CONSEGUE LIMINAR, E PREFEITURA DE SP TEM 48 HORAS PARA CUMPRIR!
  • Home
  • /
  • JÁ QUE PARA A SMSU, OS GCMs NÃO PRECISAM DE EPIs, AGES-SP CONSEGUE LIMINAR, E PREFEITURA DE SP TEM 48 HORAS PARA CUMPRIR!

JÁ QUE PARA A SMSU, OS GCMs NÃO PRECISAM DE EPIs, AGES-SP CONSEGUE LIMINAR, E PREFEITURA DE SP TEM 48 HORAS PARA CUMPRIR!

Saiba o que foi pedido na liminar para que você possa exigir via documento:

A Associação cumprindo as determinações de sua presidente, Adriana Andreose, ingressou com medida judicial requerendo medidas de proteção dos policiais municipais, de forma a enfrentar a crise do convi-19, sendo elas;

  1. Distribuição IMEDIATA de álcool Gel 70%, luvas e mascaras para todo o efetivo.
  2. Distribuição IMEDIATA, para todas as bases da Guarda Civil Metropolitana de artigos de limpeza e desinfecção suficientes para higienização do ambiente de trabalho até a contratação de empresa de limpeza e conservação.
  3.  Distribuição IMEDIATA, para todas as bases da Guarda Civil Metropolitana de artigos de limpeza e desinfecção suficientes para seus instrumentos de trabalho
  4. Contratação, em até 05 dias, de empresa especializada em conservação e limpeza, para proceder a desinfecção e limpeza de TODAS as bases da Guarda Civil Metropolitana.
  5. Proibição de contato pessoal, sendo a continência forma correta de cumprimento entre os policiais.
  6. A liberação do policiamento somente em áreas abertas.
  7. Determinar que o envio de atestado médico por motivo de suspeita ou confirmação de infecção pelo novo Coronavirus, deva se dar via e-mail para suas respectivas bases, para homologação posterior na SMSU.
  8. Determinação para que os policiais usem o álcool em gel para higienizar equipamentos de uso comum, como armas, maçanetas de viaturas, rádios, celulares, etc
  9. Determinar que, nos setores administrativos, os servidores devem trabalhar em escalas de revezamento, para evitar a aglomeração de pessoas em ambientes fechados.
  10. Sejam os servidores gestantes ou lactantes, portadores de cardiopatias, diabéticos, hipertensos ou doentes crônicos cujas enfermidades reduzam imunidade per si ou devido aos tratamentos, afastados de suas atividades. Sendo que tal afastamento não pode caracterizar licença, férias ou dispensa.

Assim, tendo em conta que a liminar foi concedida,  a prefeitura da cidade de são Paulo está obrigada a cumprir TODAS as solicitações acima sendo de caráter imediato os itens descritos nos tópicos a, b e c;

Nos demais deverá a municipalidade em 48hs se manifestar sob pena de arbitramento por parte do juízo.

Esta ação visou resguardar TODOS os guardas civis metropolitanos das consequências do covid-19.

Estaremos, sempre, ao lado de nossos associados;

Nos somos a ages e a ages é vocês.

Leave Your Comment Here